terça-feira, 18 de maio de 2010

O tempo não sabe nada, o tempo não tem razão
O tempo nunca existiu, o tempo é nossa invenção
Se abandonarmos as horas não nos sentimos sós
Meu amor, o tempo somos nós.


O meu tesouro és tu
Eternamente tu